Dá para prevenir artrite nos cães?

0
Cachorro Vira-lata

A artrite, doença relacionada ao desgaste das articulações inflamadas, atinge não apenas os humanos como também os cães. Muitas vezes, segundo a médica veterinária especializada em ortopedia animal Vanessa Couto de Magalhães Ferraz, o animal fica mais apático, quieto, e os donos acham que é apenas uma mudança de comportamento, mas pode ser dor e quanto mais cedo ele é levado, melhor será o tratamento! Recebemos um artigo interessante da Pet South America (feira do setor) sobre o tema. Confira e cuide bem do seu cãozinho!

Dá para prevenir artrite em cães? – Por mais que os tratamentos veterinários estejam avançando, ainda se fala pouco sobre prevenção. A artrite ou poliartrite autoimune é uma das doenças que mais atingem os pet’s, podendo se transformar em Artrose nos casos mais graves e diagnosticados tardiamente. A causa da artrite autoimune ainda não foi encontrada pelos especialistas, mas geralmente o surgimento está relacionado ao desgaste das articulações que ficam inflamadas. Essas inflamações podem surgir em qualquer articulação e desencadear outras doenças.

“Dificilmente o cão ou o gato é trazido para o ortopedista logo de imediato e sim apenas quando já está mancando, porém, a ida regular ao clínico pode trazer o diagnóstico da artrite ou poliartrite”, explica Vanessa. Ela conta que em seus primeiros diagnósticos a causa da doença não era tão clara, porém recebia muitos animais nesta condição. “Nos meus casos iniciais algumas fraturas não apareciam nos exames e entendemos que nem sempre essa era a forma de obter o diagnóstico, pois outras inflamações articulatórias também poderiam significar poliartrose”, comenta. Para a doutora, um dos principais avanços é o conhecimento que a própria comunidade médica vem obtendo sobre o assunto.

A condição é mais frequente em cães, mas também pode atingir gatos. A grande dificuldade para diagnosticar os felinos é que eles já possuem um comportamento mais reservado, não são agitados como os cachorros e por isso deve-se visitar o veterinário regularmente, essa ainda é a melhor forma de prevenção. Tanto para os casos autoimunes, como os casos que se desenvolvem, a artrite não possui cura, mas apresenta bons significados e melhora na qualidade de vida dos animais com sessões de fisioterapia, acupuntura e medicamentos.

Artrite em cães se manifesta mais na meia idade – Quanto às raças, as de porte pequeno e médio porte são as mais acometidas pela doença, que se manifesta com mais frequência na meia idade, dos quatro aos sete anos. “Nas raças maiores é um pouco mais comum o desenvolvimento de Displasia coxofemoral que acontece pela diferença da massa muscular com o crescimento dos ossos e pode até ser confundida com a artrite, por isso é bom ter mais que uma opinião na definição do diagnóstico e tratamento”, conclui a especialista.

Observação para anotar na agenda: Todas estas tendências veterinárias e comportamento animal podem ser encontrados na Pet South America, que acontece entre os dias 15 e 17 de agosto, no São Paulo Expo.

Sem comentários

Deixe uma resposta